banner

Seguidores

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

A Primavera

Dona Primavera, toda alegre e contente bateu na porta do Tempo...toc toc toc. e o Tempo, preguiçosamente...bocejou, se espreguiçou...levantou lentamente (ainda era madrugada) E perguntou:
- Quem é a essa hora?
- Sou eu.
- Eu quem?
- A Primavera.
Com um largo sorriso nos lábios o Tempo abriu a porta dele mesmo rapidamente e disse:
- Querida Primavera entre, sente  (e puxou um banco feito de horas). A Primavera sentou e meigamente falou.
- Querido amigo Tempo, já é hora de começar a florir  o mundo, a comadre Outono já fez a parte dela, agora é a minha vez.
- Tudo bem, querida Primavera - disse o Tempo - já mandei recado para dona Chuva não chover, mas se ela vier que seja bem de leve, avisei o senhor Sol para ser mais ameno e alegre, Mandei um extensa carta para os passarinhos, para as abelhas.dessas já tive respostas, disseram que estavam fazendo ginástica para ficarem mais fortes, porque são muitas as flores quando a senhora chega e elas disseram que assim o trabalho se multiplica.
- Obrigado amigo tempo. Também avisei ao vento que viria, preciso muito dele para levar as sementes das flores para todo lugar. É preciso florir o mundo. Ah! preciso dele também para alastrar
o perfume das flores.
- Então minha amiga primavera, está tudo pronto, o mundo é seu...
- Agora começa minha luta...lustrar as pétalas de todas as flores para que fiquem cada dia mais lindas...sabe por quem faço tudo isso?
- Não, querida primavera - respondeu o vento -
- Para todos os que têm amor no coração e não olham só como os olhos.


Tio Renato
21/09/2.015

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...